Postagens

Ano C - Maio 2022 - Evangelho, Santo e Salmo do Dia

São José Operário 01/05 Inspiração e iniciativa Em 1955, o Papa Pio XII instituiu a festa de “São José Operário” para dar um protetor aos trabalhadores e um sentido cristão à “festa do trabalho”. Uma vez que todas as nações celebram tal festa em 1º de maio, na presença de mais de 200 mil pessoas na Praça de São Pedro, as quais gritavam alegremente:  “Viva Cristo trabalhador, vivam os trabalhadores, viva o Papa!”,  o Papa deu aos trabalhadores um protetor e modelo: São José, o operário de Nazaré. Cristocêntrico A figura de São José, o humilde e grande artesão de Nazaré, orienta para Cristo, Salvador do homem, Filho de Deus, que participou em tudo da condição humana.  A dignidade do trabalho A Igreja, nesta festa do trabalho, deu um lindo parecer sobre todo esforço humano que gera, dá a luz e faz crescer as obras produzidas pelo homem:  “Queremos reafirmar, em forma solene, a dignidade do trabalho, a fim de que inspire na vida social as leis da equitativa repartição de direitos e deveres